Campeonato Brasileiro da CBB começa nesta sexta (18) em Brusque

Publicidade
Utilidade pública

Está chegando a hora de a bola subir para mais uma edição do Campeonato Brasileiro da CBB. A partir de 18 de fevereiro, 14 equipes, entre elas duas de Santa Catarina, iniciam a disputa da segunda competição mais importante do calendário nacional.

Assim como no ano passado, a competição será dividida em duas chaves. A primeira conferência conta com Brusque, Blumenau, ADRM Maringá (PR), Coritiba Monster/Thalia (PR), Araraquara (SP), Clube Tatuí (SP) e Liga Sorocabana (SP). Já na outra estão Basket Osasco (SP), São José Desportivo-(SP), Memorial/FUPES/Santos (SP), Praia Clube/Gabarito/Unimed (MG), Vila Nova/AEGB (GO), Sodie/Mesquita/LSB (RJ) e Botafogo (RJ).

As sedes da primeira conferência serão Brusque e Blumenau. Já os jogos da segunda ocorrem nas cidades de Osasco e São José dos Campos, ambas em São Paulo.

Formato

Assim como no ano passado, as equipes jogam dentro das suas conferências, em turno e returno, avançando depois para o mata-mata de quartas de final e finalmente ao Final Four, quando os quatro melhores times disputam as semifinais e a final em jogo único para definir o campeão do Brasileirão 2022. A sede do Final Four será definida posteriormente, através de critérios estabelecidos pela CBB e direção do Brasileirão.

Homenagens

Mantendo as ações da última temporada, o Brasileirão 2022 vai homenagear figuras importantes do basquete brasileiro, ídolos que ajudaram a construir a modalidade. Os nomes que batizarão as conferências, assim como o troféu de MVP, de melhor técnico e árbitros, são de Amaury Pasos, Jatyr Schall, Lula Ferreira, Oscar Schmidt e Vander Lobosco.

 Nesta próxima temporada, a competição usará também a hashtag #BasqueteParaTodos, numa referência ao modelo de inclusão do Brasileirão, possibilitando que mais equipes possam participar do basquete profissional nacional através de um torneio em molde que desonera as equipes e com entregas de grande potencial como um Final Four com entretenimento, música e premiação.

Veja os jogos da 1ª rodada

(Grupo A – Brusque e Blumenau)

18 de fevereiro – Sexta

15h – AZ Araraquara x APAB Blumenau (Arena Brusque)

17h15 – Coritiba Monster/Thalia x Grupo BT/Clube de Campo Tatuí – (Arena Brusque)

19h30 – ADRM Maringá x Brusque/FME/Aradefe (Arena Brusque)

A tabela completa dos catarinenses

1ª rodada – 18/2

15h – AZ Araraquara x APAB Blumenau (Arena Brusque)

17h15 – Coritiba Monster/Thalia x Grupo BT/Clube de Campo Tatuí – (Arena Brusque)

2º rodada – 19/2

19h30 – Brusque/FME/Aradefe x Coritiba Monster/Thalia – Arena Brusque

3ª rodada – 20/2

15h – APAB Blumenau x Liga Sorocabana (Arena Brusque)

19h30 – Brusque/FME/Aradefe x Grupo BT/Clube de Campo Tatuí – (Arena Brusque)

4ª rodada – 22/2

19h30 – APAB Blumenau x ADRM Maringá (Galegão)

5ª rodada – 23/2

17h15 – Brusque/FME/Aradefe x Liga Sorocabana (Galegão)

19h30 – Coritiba Monster/Thalia x APAB Blumenau (Galegão)

6ª rodada – 24/2

19h30 – APAB Blumenau x Brusque/FME/Aradefe (Galegão)

7ª rodada 25/2

Brusque/FME/Aradefe x AZ Araraquara (Galegão)

19h30 – Grupo BT/Clube de Campo Tatuí x APAB Blumenau – Galegão

Como vem os times

Flamengo Blumenau

Vice-campeão em 2021, o Flamengo Blumenau quer buscar a taça esse ano para consolidar o projeto com a equipe carioca. O time – que iniciou os trabalhos em 4 de janeiro – manteve a base que disputou o Estadual e os Jogos Abertos e ainda se reforçou bem para a competição. Segundo o técnico André Germano, além dos atletas Gui Bento, José Carlos e Lucas Lima, chegaram para o Brasileiro Léo Bispo e jogadores para o Sub-22 que estão no elenco do adulto, como Fabrizzio Ruiz (ex-Club Libertad, Paraguai)  Vinícius Chagas (ex-Paulistano), Ginaldo Júnior (ex-São José do Campos) Carlos Victor “Manaus” (ex-Concórdia) e Pedro Santos (ex-São José- SC).

O treinador diz que espera uma disputa muito acirrada, já que a competição terá muitos times de camisa. A aposta de Germano é numa equipe aguerrida e intensa. “Temos nossa defesa como característica forte, que nos dá pontos de contra-ataques. O jogo coletivo e a rotação dos jogadores também é muito importante para mantermos a intensidade, constância e eficiência para buscarmos as vitórias jogo a jogo”, comenta o treinador.

Brusque Basquete

Após ser eliminado no mata-mata das quartas de finais do ano passado, a equipe do Brusque Basquete/FME/Aradefe/Trimania vem com mudança no comando técnico e confia em jogadores que já passaram pelo elenco para ir mais longe nessa temporada. Além da manutenção de atletas como o pivô Finão e o ala Durval, a equipe trouxe novamente jogadores como Matheus e Gabriel, que já atuaram no time na temporada passada. Entre as novidades a equipe contará com o armador Brito, que estava em Joaçaba, além de Eric Camilo, com passagem por grandes equipes do basquete brasileiro. Outro que chega ao time é Neto, atleta que estava no Tatuí, de São Paulo, jogador de força e bom chute.

O técnico Márcio Andrade comenta que o time começou um pouco tardia a preparação, mas espera que os atletas absorvam de forma rápida um bom condicionamento físico. Ele ressalta que a ideia é ir mais longe esse ano, mas destaca o nível da competição, com equipes paulistas que chegam com ritmo de jogo e grandes reforços para a disputa.

O treinador pretende montar uma equipe que jogue com muita transição e velocidade. “Para isso, precisamos ter uma defesa muito agressiva. Essa é nossa ideia. Defesa forte e contra-ataque. Espero que a gente alcance êxito dessa forma”, projeta.

Publicidade
Últimas notícias

Hospital Azambuja alerta nova modalidade de golpe em nome da instituição

O Hospital Azambuja alerta a população de Brusque e região para novas tentativas de golpes, utilizando o nome da...
Publicidade
WhatsApp chat