Hospital Azambuja pleiteia recursos em Brasília para instalação de novos serviços

Publicidade
Utilidade pública

O investimento em novos serviços, ampliação e melhorias em diversos setores, estão entre as metas do Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux – Hospital Azambuja para este ano de 2021. Há pouco mais de um mês, integrantes da diretoria da instituição estiveram em Brasília, com o intuito de cumprir uma agenda de visitas aos deputados federais e senadores. O objetivo, segundo o gestor hospitalar Gilberto Bastiani, foi o de apresentar o hospital, a relevância que tem no atendimento da população de Brusque e região, e sensibilizar os parlamentares para os projetos de ampliação e melhorias. “Visitamos todos os deputados e senadores de Santa Catarina e além de apresentar os projetos para este ano, fizemos a prestação de contas aos parlamentares que disponibilizaram recursos através de emendas no ano passado para o hospital”, ressalta.

Entre os projetos, está a instalação da UTI Neonatal, a primeira no município de Brusque a atender pelo Sistema Único de Saúde, além de ter leitos também para internações por convênio ou de forma particular. A necessidade por disponibilizar o serviço já é antiga, segundo o gestor hospitalar, e a instituição pretende tornar isso realidade neste ano. “Existe uma demanda pela UTI Neonatal há muito tempo e queremos implantar este serviço à nossa população, dando mais tranquilidade às gestantes que procuram o hospital, especialmente àquelas que têm uma gravidez de alto risco, e que precisam ser transferidas a outros municípios para fazerem seus partos, por não haver aqui uma Unidade de Terapia Intensiva aos recém-nascidos que necessitam. Nosso projeto já está pronto e sendo analisado pela Vigilância Sanitária Estadual”, comenta.

A UTI Neonatal terá 840 metros quadrados e será um dos serviços a serem implantados em uma nova ala do hospital. O projeto prevê a construção de uma torre de alta complexidade, com cinco andares, que abrigará, além da UTI Neonatal, cinco novas salas de Centro Cirúrgico, totalizando 10 salas no hospital; e mais 10 leitos de UTI Adulto Geral, totalizando 20 leitos. Além disso, o último andar contará com uma área de 30 novos leitos privativos de internação. “A agenda em Brasília vem justamente com o objetivo de conseguirmos emendas parlamentares para investirmos nesses projetos. Sabemos que é um recurso governamental disponibilizado para os deputados e senadores, que escolhem as instituições que receberão e ficamos muito satisfeitos com as visitas que fizemos, pois todos foram muito receptivos. A maioria já conhece o Hospital Azambuja e inclusive enalteceu a importância da nossa instituição na área da saúde no Estado de Santa Catarina. Saímos de lá confiantes, já que diversos parlamentares se comprometeram em encaminhar alguma emenda para o Azambuja”, garante Bastiani.

Vale lembrar que os equipamentos da UTI Neonatal foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar no valor de R$ 2,7 milhões, encaminhada pelo ex-deputado estadual e médico Serafim Venzon, em seu último ano de mandato. Trata-se de itens como respiradores, monitores, incubadoras, ultrassom e raio-x portáteis, entre outros, todos de alta tecnologia para atender da melhor forma os recém-nascidos. O nome para a UTI Neonatal também já foi escolhido: será Maria Ogliari Venzon, uma homenagem à saudosa mãe do ex-deputado, como forma de agradecimento pelos esforços feitos por ele em prol dos recursos para o espaço.

Publicidade
Últimas notícias

Aniversário de Brusque: Confira como será o atendimento dos serviços municipais no feriado

Devido ao feriado de aniversário dos 161 anos de Brusque, nesta quarta-feira (4) a Prefeitura de Brusque informa como...
Publicidade
WhatsApp chat